A Comissão Representativa do Congresso Nacional é uma comissão temporária prevista constitucionalmente (§ 4º do art. 58 da CF/88) para atuar nos períodos de recesso parlamentar. De acordo com a Resolução nº 3, de 1990-CN, a Comissão Representativa é integrada por sete senadores e dezesseis deputados, e igual número de suplentes, eleitos pela respectiva Casa na última sessão ordinária de cada período legislativo, devendo-se obedecer, quando possível, ao princípio da proporcionalidade partidária. Em obediência ao art. 10-A do Regimento Comum do Congresso Nacional, é garantido o acréscimo de mais uma vaga na composição destinada a cada uma das Casas do Congresso Nacional, que será preenchida em rodízio pelas bancadas que não alcançarem número suficiente para participar na Comissão. Compete a esse colegiado, essencialmente, zelar pelas prerrogativas do Congresso Nacional, de suas Casas e de seus membros; zelar pela preservação da competência legislativa do Congresso Nacional em face da atribuição normativa dos outros Poderes; autorizar o Presidente e o Vice-Presidente da República a se ausentarem do País; deliberar sobre diversos assuntos de competência do Congresso Nacional; fiscalizar e controlar os atos do Poder Executivo; convocar Ministros de Estados para prestarem informações; representar, por qualquer de seus membros, o Congresso Nacional em eventos de interesse nacional e internacional; além de exercer outras atribuições de caráter urgente, que não possam aguardar o início do período legislativo seguinte sem prejuízo para o País ou suas Instituições.